Bem-vindo
Partidas
Término
Classificação
Classificação do Time
Classificação dos Jogadores
Group A
Group B
Group C
Group A
Times
Pts
J
V
E
D
GM
GS
+/-
4
3
1
1
1
3
1
2
0
3
0
0
3
2
10
-8
Group B
Times
Pts
J
V
E
D
GM
GS
+/-
3
3
1
0
2
4
6
-2
0
3
0
0
3
1
7
-6
Group C
Times
Pts
J
V
E
D
GM
GS
+/-
4
3
1
1
1
4
4
0
0
3
0
0
3
0
6
-6
Player
Gols
J
1
Davies, Alphonso
Canada
3
4
2
Morris, Jordan
Estados Unidos
3
6
3
Altidore, Jozy
Estados Unidos
2
3
3
Parsemain, Kévin
Martinique
2
3
5
Bonilla, Nelson
El Salvador
2
4
5
Torres, Gabriel
Panama
2
4
7
Gonzalez, Omar
Estados Unidos
2
5
7
Williams, Romario
Jamaica
2
5
9
Mattocks, Darren
Jamaica
2
6
10
Miazga, Matt
Estados Unidos
1
1
11
Chavarría, Carlos
Nicaragua
1
2
11
Corona, Joe
Estados Unidos
1
2
11
Dwyer, Dom
Estados Unidos
1
2
11
Francis, Shaun
Jamaica
1
2
11
Lichaj, Eric
Estados Unidos
1
2
11
Marín, Hedgardo
México
1
2
11
Privat, Sloan
French Guiana
1
2
11
Rodríguez, Ariel
Costa Rica
1
2
11
Rowe, Kelyn
Estados Unidos
1
2
20
Arroyo, Abdiel
Panama
1
3
20
Audel, Johan
Martinique
1
3
20
Contout, Roy
French Guiana
1
3
20
Dempsey, Clint
Estados Unidos
1
3
20
Díaz, Ismael
Panama
1
3
20
Jakovic, Dejan
Canada
1
3
20
Langil, Steeven
Martinique
1
3
20
Wallace, Rodney
Costa Rica
1
3
28
Arfield, Scott
Canada
1
4
28
Camargo, Miguel
Panama
1
4
28
Hoilett, Junior
Canada
1
4
28
Mayen, Gerson
El Salvador
1
4
28
Murillo, Michael
Panama
1
4
28
Pizarro, Rodolfo
México
1
4
28
Sepúlveda, Ángel
México
1
4
28
Zelaya, Rodolfo
El Salvador
1
4
36
Álvarez, Edson
México
1
5
36
Calvo, Francisco
Costa Rica
1
5
36
Hernández, Elías
México
1
5
36
Pineda, Orbelín
México
1
5
36
Ramírez, David
Costa Rica
1
5
36
Ureña, Marcos
Costa Rica
1
5
42
Lawrence, Kemar
Jamaica
1
6
42
Watson, Je-Vaughn
Jamaica
1
6
10 Dez
10:44
"Gostaria que viesse para a Itália", diz CR7 sobre Messi

O astro português Cristiano Ronaldo fez um convite ao argentino Lionel Messi, nesta segunda-feira, chamando o craque do Barcelona para se juntar a ele no futebol italiano.

"Gostaria que um dia viesse para a Itália. Espero que aceite o desafio como eu, mas se ele está feliz eu respeito", disse Ronaldo à Gazzetta dello Sport. O atacante trocou o Real Madrid pela Juventus no início da atual temporada, após nove anos na capital espanhola.

"Joguei na Inglaterra, Espanha, Itália, Portugal e com minha seleção, enquanto ele ainda está na Espanha", acrescentou o cinco vezes vencedor da Bola de Ouro.

"Para mim, a vida é um desafio, gosto disso e gosto de fazer as pessoas felizes", ampliou CR7 garantindo que não sente saudades de Messi. "Talvez seja ele que sinta falta de mim", brincou o português.

"É um jogador fantástico e um cara bacana, mas não sinto falta de nada aqui. Saí da minha zona de conforto e aceitei esse desafio em Turim. Demonstrei que ainda sou um jogador incrível", encerrou Ronaldo, que já marcou 11 gols nesta temporada.

© 2018 AFP

10 Dez
10:24
Joe Gomez prorroga contrato com Liverpool até 2024

O Liverpool anunciou nesta segunda-feira a renovação de contrato com o zagueiro Joe Gomez, que amplia seu vínculo com a equipe até 2024.

O atleta se destacou nesta temporada fazendo dupla com o holandês Virgil van Dijk, além de jogar improvisado na lateral direita revezando a posição com o compatriota inglês Trent Alexander-Arnold.

Gomez fraturou a perna e vai ficar seis semanas de fora dos gramados. O zagueiro de 21 anos chegou ao Liverpool em 2015, procedente do Charlton, por 4 milhões de euros.

"Assinar essa renovação significa muito para mim", disse Gomez ao site oficial dos Reds.

© 2018 AFP

09 Dez
22:26
Macri, ex-presidente do Boca, felicita River pela Copa Libertadores

O presidente da Argentina, Mauricio Macri, torcedor e ex-presidente do Boca Juniors, felicitou neste domingo o River Plate após a vitória sobre o arquirrival na final da Copa Libertadores-2018 por 3 a 1, no jogo de volta disputado em Madri.

"Parabéns ao River e a todos seus torcedores pelo triunfo nesta partida histórica. Nós, torcedores do Boca, sabemos que o futebol sempre dá a oportunidade de uma revanche", tuitou o chefe de Estado argentino.

Macri, cujo exitosa era como presidente do Boca rendeu 17 títulos ao clube e foi seu trampolim para a política, é um fanático torcedor de futebol e havia pedido para que a partida fosse disputada com presença da torcida visitante, algo proibido nos estádios argentinos desde 2013 devido à violência.

Mesmo sem público visitante, a partida de volta da final da Libertadores acabou transferido para Madri, após torcedores organizados do River Plate atacarem o ônibus do Boca Juniors, o que resultou em dois atletas feridos.

© 2018 AFP

09 Dez
21:25
Jogo foi parelho até "chutaço de Quintero", lamenta técnico do Boca

O técnico do Boca Juniors, Guillermo Barros Schelotto, afirmou neste domingo que o colombiano Juan Fernando Quintero desequilibrou uma "parelha" final de Libertadores a favor do River Plate, em jogo realizado em Madri devido aos incidentes violentos ocorridos na Argentina.

"A verdade é que foi uma final em que qualquer um dos dois poderiam ter vencido (...) O River ganhou uma partida muito parelha, na qual não houve diferenças ou, talvez, a diferença tenha sido o chutaço de Quintero", que deu a vitória aos Millionários na prorrogação, declarou o técnico do Boca em coletiva de imprensa após a derrota por 3 a 1 (5-3 no agregado) diante do arquirrival.

Embora o Boca tenha aberto o placar no fim do primeiro tempo com Darío Benedetto (44), o River virou a partida com gols de Lucas Pratto (68), Quintero (109) e Pity Martínez (120+1), numa prorrogação em que os Xeneizes terminaram com dois jogadores a menos em campo, depois da expulsão de Wilmar Barrios e da lesão de Fernando Gago.

A final ficou marcada pelo ataque de um grupo de torcedores organizados do River Plate ao ônibus do Boca Juniors antes da partida de volta, em 24 de novembro em Buenos Aires, que seria disputada no estádio Monumental. Os incidentes obrigaram a Conmebol a transferir a partida para Madri.

Apesar do recurso apresentado pelo Boca Juniors ao Tribunal Arbitral do Esporte (TAS) para que não houvesse segundo jogo, Barros Schelotto não quis polemizar em relação ao vencedor da final.

"Em relação ao plano esportivo, a verdade é que para mim está terminado. No âmbito legal, seria bom que a Conmebol ou o futebol da América do Sul tomasse alguma medida, não em relação a quem ganhou a Copa (...), mas não pode acontecer isso do ônibus do rival ser atacado", analisou.

"Tomara que mudem essas coisas, mas, no esportivo, já está. O River ganhou", concluiu.

© 2018 AFP

09 Dez
20:15
River Plate vence Boca Juniors em Madri e é campeão da Libertadores

Com gols do colombiano Juan Fernando Quintero e de Gonzalo 'Pity' Martínez na prorrogação, o River Plate derrotou o Boca Juniors por 3 a 1 (5-3 no placar agregado) e se sagrou campeão da Copa Libertadores-2018, em duelo disputado neste domingo em Madri.

O Boca chegou a abrir o placar com Darío Benedetto pouco antes do intervalo (44 minutos), mas Lucas Pratto deixou tudo igual no segundo tempo (68) para forçar a disputa da prorrogação. No tempo extra, a expulsão do colombiano Wilmar Barrios (92) e a lesão de Fernando Gago acabaram facilitando a vida do River que anotou outros dois gols.

Em uma partida aguerrida, a disputa foi tanto dentro de campo como nas arquibancadas, com milhares de torcedores dos dois populares clubes argentinos animando sem parar seus jogadores com baterias, bandeiras e cartazes, e sem qualquer confusão nos arredores ou dentro do estádio Santiago Bernabéu.

Um cenário completamente diferente ao visto no Monumental de Buenos Aires há duas semanas, quando um grupo de torcedores organizados do River atacaram com pedras e gás de pimenta o ônibus dos jogadores do Boca, causando ferimentos em dois atletas e obrigando a Conembol a transferir a partida para Madri.

- Emoção e prorrogação -

Depois do empate em 2 a 2 do jogo de ida, na Bombonera no longínquo 11 de novembro, nenhuma das equipes conseguiu mostrar um grande futebol no primeiro tempo da partida de volta, mas com ligeira superioridade do Boca, especialmente em jogadas treinadas.

O capitão do Boca, Pablo Pérez, um dos feridos no Monumental, teve as duas primeiras chances claras de abrir o placar, mas quem conseguiu balançar as redes foi Dário Benedetto, que pouco antes do intervalo recebeu ótimo lançamento em velocidade, se livrou da marcação com um belo drible e chutou colocado, sem chances para o goleiro do River Franco Armani.

Já no segundo tempo, o domínio foi claramente do River, especialmente após a entrada em campo de Quintero. Os Millionários cercaram a área do rival e, depois de várias tentativas perigosas, conseguiram armar uma bela tabela que terminou com Pratto mandando a bola para as redes do Boca.

O placar não se moveu mais no tempo regulamentar e o campeão da Libertadores-2018 precisou ser definido na prorrogação, que começou logo com Wilmar Barrios sendo expulso por receber um segundo cartão amarelo, complicando muito a situação do time azul e amarelo.

Com um jogador a menos, o Boca se defendeu como pôde, apostando mais em levar a decisão para os pênaltis do que tentar a vitória. Do outro lado, a pressão do River sufocava os Xeneizes.

Parecia questão de tempo até o River encontrar um segundo gol, e ele veio com Quintero, que acertou um belo chute de fora da área que ainda bateu no travessão antes de entrar.

Com o Boca com nove jogadores em campo, após a lesão de Fernando Gago, Pity Martinez sentenciou o título do River com um terceiro gol em um contra-ataque fulminante no último lance do jogo.

© 2018 AFP

09 Dez
20:09
River Plate vence Boca Juniors em Madri e é campeão da Libertadores

Com gols do colombiano Juan Fernando Quintero e de Gonzalo 'Pity' Martínez na prorrogação, o River Plate derrotou o Boca Juniors por 3 a 1 (5-3 no placar agregado) e se sagrou campeão da Copa Libertadores-2018, em duelo disputado neste domingo em Madri.

O Boca chegou a abrir o placar com Darío Benedetto pouco antes do intervalo (44 minutos), mas Lucas Pratto deixou tudo igual no segundo tempo (68) para forçar a disputa da prorrogação. No tempo extra, a expulsão do colombiano Wilmar Barrios (92) e a lesão de Fernando Gago acabaram facilitando a vida do River que anotou outros dois gols.

Em uma partida aguerrida, a disputa foi tanto dentro de campo como nas arquibancadas, com milhares de torcedores dos dois populares clubes argentinos animando sem parar seus jogadores com baterias, bandeiras e cartazes, e sem qualquer confusão nos arredores ou dentro do estádio Santiago Bernabéu.

Um cenário completamente diferente ao visto no Monumental de Buenos Aires há duas semanas, quando um grupo de torcedores organizados do River atacaram com pedras e gás de pimenta o ônibus dos jogadores do Boca, causando ferimentos em dois atletas e obrigando a Conembol a transferir a partida para Madri.

- Emoção e prorrogação -

Depois do empate em 2 a 2 do jogo de ida, na Bombonera no longínquo 11 de novembro, nenhuma das equipes conseguiu mostrar um grande futebol no primeiro tempo da partida de volta, mas com ligeira superioridade do Boca, especialmente em jogadas treinadas.

O capitão do Boca, Pablo Pérez, um dos feridos no Monumental, teve as duas primeiras chances claras de abrir o placar, mas quem conseguiu balançar as redes foi Dário Benedetto, que pouco antes do intervalo recebeu ótimo lançamento em velocidade, se livrou da marcação com um belo drible e chutou colocado, sem chances para o goleiro do River Franco Armani.

Já no segundo tempo, o domínio foi claramente do River, especialmente após a entrada em campo de Quintero. Os Millionários cercaram a área do rival e, depois de várias tentativas perigosas, conseguiram armar uma bela tabela que terminou com Pratto mandando a bola para as redes do Boca.

O placar não se moveu mais no tempo regulamentar e o campeão da Libertadores-2018 precisou ser definido na prorrogação, que começou logo com Wilmar Barrios sendo expulso por receber um segundo cartão amarelo, complicando muito a situação do time azul e amarelo.

Com um jogador a menos, o Boca se defendeu como pôde, apostando mais em levar a decisão para os pênaltis do que tentar a vitória. Do outro lado, a pressão do River sufocava os Xeneizes.

Parecia questão de tempo até o River encontrar um segundo gol, e ele veio com Quintero, que acertou um belo chute de fora da área que ainda bateu no travessão antes de entrar.

Com o Boca com nove jogadores em campo, após a lesão de Fernando Gago, Pity Martinez sentenciou o título do River com um terceiro gol em um contra-ataque fulminante no último lance do jogo.

© 2018 AFP

09 Dez
14:38
Real Madrid vence lanterna e entra na zona Champions

O Real Madrid venceu neste domingo por 1 a 0 fora de casa o lanterninha Huesca e tomou a quarta posição do Alavés (5º), entrando na zona de classificação para a Liga dos Campeões.

O atacante galês Gareth Bale (8 minutos) foi o autor do único gol da partida, garantindo os três pontos para o time treinado pelo argentino Santiago Solari.

A vitória coloca os Merengues na quarta colocação, mas não apaga as muitas falhas da equipe diante de um dos adversários mais modestos do Campeonato Espanhol e que teve ótimas chances de empatar a partida.

Apesar dos erros cometidos, o Real soma 26 pontos no Campeonato Espanhol e se encontra a dois de Sevilla (2º) e Atlético de Madrid (3º). O líder Barcelona tem cinco pontos a mais.

Em outra partida já disputada neste domingo, Eibar (13º) e Levante (6º) proporcionaram um grande espetáculo ao público com um empate em 4 a 4. O destaque do Eibar foi o brasileiro Charles, autor de dois gols.

Ainda neste domingo, a Real Sociedad (11ª) encara o Valladolid (15º) e o Betis (12º) enfrenta o Rayo Vallecano (19º).

-- Programação e resultados da 15ª rodada do Campeonato Espanhol:

- Sexta-feira:

Leganés - Getafe 1 - 1

- Sábado:

Atlético de Madrid - Alavés 3 - 0

Valencia - Sevilla 1 - 1

Villarreal - Celta Vigo 2 - 3

Espanyol - Barcelona 0 - 4

- Domingo:

Eibar - Levante 4 - 4

SD Huesca - Real Madrid 0 - 1

(15h30) Real Sociedad - Valladolid

(17h45) Betis - Rayo Vallecano

- Segunda-feira:

(18h00) Athletic Bilbao - Girona

Classificação: Pts J V E D Gp Gc SG

1. Barcelona 31 15 9 4 2 41 19 22

2. Sevilla 28 15 8 4 3 27 16 11

3. Atlético de Madrid 28 15 7 7 1 21 10 11

4. Real Madrid 26 15 8 2 5 23 19 4

5. Alavés 24 15 7 3 5 18 17 1

6. Levante 22 15 6 4 5 27 25 2

7. Getafe 21 15 5 6 4 16 12 4

8. Girona 21 14 5 6 3 17 16 1

9. Espanyol 21 15 6 3 6 17 20 -3

10. Celta Vigo 20 15 5 5 5 28 24 4

11. Real Sociedad 19 14 5 4 5 17 16 1

12. Betis 19 14 5 4 5 14 17 -3

13. Eibar 19 15 5 4 6 19 23 -4

14. Valencia 18 15 3 9 3 12 12 0

15. Valladolid 17 14 4 5 5 11 14 -3

16. Leganés 17 15 4 5 6 15 19 -4

17. Villarreal 14 15 3 5 7 15 19 -4

18. Athletic Bilbao 11 14 1 8 5 14 23 -9

19. Rayo Vallecano 10 14 2 4 8 15 28 -13

20. SD Huesca 7 15 1 4 10 12 30 -18

© 2018 AFP

09 Dez
14:20
Copa com 48 seleções será decidida em março

"Tomaremos a decisão no mês de março" em relação a uma possível Copa do Mundo com 48 seleções, confirmou o presidente da Fifa, Gianni Infantino, neste domingo à televisão francesa.

"Já foi decidido que o futuro da Copa é com 48 times, todos achamos que é uma boa ideia", afirmou Infantino à emissora TF1.

"Não é fácil, porque a Copa (do Catar-2022) será disputada em 28 dias ao invés dos habituais 31. Caso for factível e houver suficientes infraestruturas, estádios, tomaremos uma decisão no mês de março", durante a próxima reunião do conselho da Fifa, em Miami, respondeu Infantino ao ser questionado sobre se a ampliação poderia ser feita já a partir da próxima Copa.

Em relação aos rumores de que a Copa do Mundo do Catar-2022 poderia ser sediada em conjunto com outros países, Infantino explicou: "Por que não, se for possível? Estamos conversando com o Catar sobre esse assunto, poderíamos imaginar que alguns jogos sejam disputados em países vizinhos... Por que não sonhar? Não é impossível".

Candidato à reeleição para seguir comandando a Fifa em junho de 2019, Infantino vem multiplicando propostas polêmicas, especialmente com a vontade de organizar um Mundial de Clubes ampliado e uma Liga mundial de Nações.

© 2018 AFP

08 Dez
19:07
Messi brilha e coloca Barça na liderança

O astro argentino Lionel Messi, com dois gols e uma assistência, construiu a vitória do Barcelona por 4 a 0 no clássico catalão sobre o Espanyol e ajudou o time a recuperar a liderança do Campeonato Espanhol, à frente do Atlético de Madrid e do Sevilla.

Com duas cobranças de falta magistrais de Messi (17 e 65 minutos) e gols do francês Ousman Dembélé (26) e do uruguaio Luis Suárez (45), os comandados de Ernesto Valverde atropelaram o Espanyol e chegaram a 31 pontos na competição, três a mais que os principais perseguidores.

Poucos dias depois de ficar de fora do pódio da Bola de Ouro (vencida pelo croata Luka Modric) pela primeira vez desde 2006, Messi voltou a mostrar todo seu talento e, ao mesmo tempo, assumiu a co-artilharia da Liga com os mesmos 11 gols do uruguaio Cristhian Stuani, do Girona.

O Barcelona soma 31 pontos, três a mais que o Sevilla, que não passou do empate em 1 a 1 com o Valencia fora de casa, e que Atlético de Madrid, que mais cedo goleou por 4 a 0 o Alavés (4º).

Na parte de baixo da tabela, o Villarreal (17º) se manteve na zona de rebaixamento após perder por 3 a 2 neste sábado em casa para o Celta de Vigo (10º).

-- Programação e resultados da 15ª rodada do Campeonato Espanhol:

- Sexta-feira:

Leganés - Getafe 1 - 1

- Sábado:

Atlético de Madrid - Alavés 3 - 0

Valencia - Sevilla 1 - 1

Villarreal - Celta Vigo 2 - 3

Espanyol - Barcelona 0 - 4

- Domingo:

(09h00) Eibar - Levante

(13h15) SD Huesca - Real Madrid

(15h30) Real Sociedad - Valladolid

(17h45) Betis - Rayo Vallecano

- Segunda-feira:

(18h00) Athletic Bilbao - Girona

Classificação: Pts J V E D Gp Gc SG

1. Barcelona 31 15 9 4 2 41 19 22

2. Sevilla 28 15 8 4 3 27 16 11

3. Atlético de Madrid 28 15 7 7 1 21 10 11

4. Alavés 24 15 7 3 5 18 17 1

5. Real Madrid 23 14 7 2 5 22 19 3

6. Getafe 21 15 5 6 4 16 12 4

7. Levante 21 14 6 3 5 23 21 2

8. Girona 21 14 5 6 3 17 16 1

9. Espanyol 21 15 6 3 6 17 20 -3

10. Celta Vigo 20 15 5 5 5 28 24 4

11. Real Sociedad 19 14 5 4 5 17 16 1

12. Betis 19 14 5 4 5 14 17 -3

13. Valencia 18 15 3 9 3 12 12 0

14. Eibar 18 14 5 3 6 15 19 -4

15. Valladolid 17 14 4 5 5 11 14 -3

16. Leganés 17 15 4 5 6 15 19 -4

17. Villarreal 14 15 3 5 7 15 19 -4

18. Athletic Bilbao 11 14 1 8 5 14 23 -9

19. Rayo Vallecano 10 14 2 4 8 15 28 -13

20. SD Huesca 7 14 1 4 9 12 29 -17

./bds/dep/am

© 2018 AFP

08 Dez
18:47
Chelsea acaba com invencibilidade do City e Liverpool assume liderança

Foi preciso esperar até a 16ª rodada da Premier League para ver o Manchester City sofrer sua primeira derrota na temporada, um 2 a 0 diante do Chelsea, cedendo a liderança da competição para o Liverpool, que mais cedo goleou por 4 a 0 o Bournemouth.

O francês N'Golo Kanté (45 minutos) e o brasileiro David Luiz (78) foram os autores dos gols do Chelsea, que se coloca na terceira colocação de maneira provisória com 34 pontos, a sete do City e oito do líder Liverpool.

O City de Pep Guardiola, que haviam empatado apenas duas vezes nas 15 primeiras rodadas do campeonato, foram surpreendidos pouco antes do intervalo da partida, quando Kanté apareceu dentro da área para mandar para as redes um cruzamento rasteiro de Eden Hazard.

Sem o argentino Sergio Aguero, o City sofreu com a falta de eficiência no ataque, apesar da superioridade de chances criadas e na posse de bola.

A 20 minutos do apito final, o Chelsea deu o tiro de misericórdia com David Luiz, que subiu mais alto que a zaga dos Citizens e cabeceou colocado para selar a vitória dos Blues.

Este resultado permite ao Liverpool assumir a liderança da Premier League, graças também à goleada sobre o Bournemouth com direito a três gols do egípcio Mohamed Salah, enquanto o Arsenal derrotou por 1 a 0 o Huddersfield (17º).

Além de Salah (com gols aos 26, 58 e 77 minutos), o Liverpool também contou com um gol contra de Steve Cook (68).

o Arsenal (5º), que venceu por 1 a 0 o Huddersfield, segue com os mesmos 34 pontos do Chelsea, mas viu o Tottenham ultrapassá-lo novamente na tabela e retomar o terceiro lugar com 36 pontos graças à vitórias por 2 a 0 sobre o Leicester (9º) na última partida deste sábado.

O sul-coreano Heung-Min Son (45+1) e Dele Alli (58) anotaram os gols da vitória dos Spurs.

Mais abaixo na tabela está o Manchester United (6º), que com a vitória por 4 a 1 sobre o lanterninha Fulham acabou com um jejum de mais de um mês sem triunfo na Premier League.

-- Programação e resultados da 16ª rodada do Campeonato Inglês:

- Sábado:

AFC Bournemouth - Liverpool 0 - 4

Manchester United - Fulham 4 - 1

Arsenal - Huddersfield Town 1 - 0

Cardiff City - Southampton 1 - 0

West Ham - Crystal Palace 3 - 2

Burnley - Brighton and Hove Alb 1 - 0

Chelsea - Manchester City 2 - 0

Leicester - Tottenham 0 - 2

- Domingo:

(14h00) Newcastle - Wolverhampton

- Segunda-feira:

(18h00) Everton - Watford

Classificação: Pts J V E D Gp Gc SG

1. Liverpool 42 16 13 3 0 34 6 28

2. Manchester City 41 16 13 2 1 45 9 36

3. Tottenham 36 16 12 0 4 30 16 14

4. Chelsea 34 16 10 4 2 33 13 20

5. Arsenal 34 16 10 4 2 35 20 15

6. Manchester United 26 16 7 5 4 28 26 2

7. Everton 23 15 6 5 4 21 17 4

8. AFC Bournemouth 23 16 7 2 7 25 26 -1

9. Leicester 22 16 6 4 6 21 20 1

10. West Ham 21 16 6 3 7 23 25 -2

11. Brighton and Hove Alb 21 16 6 3 7 19 22 -3

12. Watford 20 15 6 2 7 18 21 -3

13. Wolverhampton 19 15 5 4 6 15 18 -3

14. Cardiff City 14 16 4 2 10 15 30 -15

15. Newcastle 13 15 3 4 8 12 20 -8

16. Crystal Palace 12 16 3 3 10 13 23 -10

17. Burnley 12 16 3 3 10 15 32 -17

18. Huddersfield Town 10 16 2 4 10 10 27 -17

19. Southampton 9 16 1 6 9 13 30 -17

20. Fulham 9 16 2 3 11 16 40 -24

./bds/dep/am

© 2018 AFP

Mais Notícias